Não tenho nada
de concreto, nem
mesmo as paredes
do meu coração.
Antonio.  (via quoteiros)
Que se danem os príncipes e as princesas. Que venham as pessoas reais, aquelas que se doam. Que sofrem, que choram por um amor. Aquelas que abraçam travesseiros e suspiram. Que têm milhares de defeitos mas o que conta mesmo é “aquela” qualidade que te fez apaixonar. Achar essas pessoas não é tão difícil, a gente as reconhece logo de cara. O problema é que às vezes a gente pensa demais e complica as coisas.
Caio Fernando Abreu.  (via s-i-m-p-l-i-f-i-c-a-r)
Beleza não vale nada e depois não dura. Você nem sabe a sorte que tem de ser feio. Assim quando alguém simpatiza contigo, já sabe que é por outra razão.
Charles Bukowski.   (via cartas-rasgadas)
E existem aquelas pessoas que por mais distantes que estejam, ainda continuam perto. Aquelas que, passe o tempo que passar, serão sempre lembradas por algo que fizeram, falaram, mostraram, pelo que nos fizeram sentir. É isso… As pessoas são lembradas pelos sentimentos que despertaram em nós… E quanto maior o sentimento, maior se torna a pessoa.
Caio Fernando Abreu.  (via cartas-rasgadas)
Ir ao cinema, conseguir um lugar central nas fileiras do fundo, não ter ninguém atrapalhando sua visão, nenhum celular tocando e o filme ser espetacular, uau! Cinema é melhor pra saúde do que pipoca! Conversa é melhor do que piada. Exercício é melhor do que cirurgia. Humor é melhor do que rancor. Amigos são melhores do que gente influente. Economia é melhor do que dívida. Pergunta é melhor do que dúvida. Sonhar é melhor do que nada.
Martha Medeiros.  (via cartas-rasgadas)
Ele fumou o seu último cigarro, olhou para o resto do mundo e se perguntou quando iria encontrar alguém que o entendesse.
Catedrais.  (via sintonizo)
Tornou-se apenas um fantasma em minhas memórias cheias de saudade e dor por não tê-la perto o bastante pra sentir teu cheiro em mim. Criou-me um certo tipo de medo desse amor que carrego no peito. Afastou-se tanto que me fez crer que era apenas um sonho bom que tive numa noite fria e solitária. Machuca ter esse pensamento, mas quando te vejo passar, percebo que tudo foi real. Teu cabelo balança e me retorna a vontade de me aconchegar em você e sentir novamente os teus fios arrastando em meu rosto. Sinto falta de quando mostrava teu amor por mim, da forma que me beijava calorosamente. A maneira que se fazia minha era mais sincera que o choro de uma criança carente. Mas na verdade, essa criança era eu. Me tornava dependente desse teu carinho como um bebê precisa do colo da mãe. Depois de tanto tempo, tornou-se somente a menina que um dia foi minha.
Ou parecia ser.    (via cartas-rasgadas)
não há desilusão amorosa que uma garrafa de tequila não faça esquecer
Sobre ela »

Os apaixonados já sabem do que digo. Malditos. Há um quê de soberba por parte desses apaixonados ingênuos e esse quê os torna lindos.

Num dia desses perguntaram-me o que eu via nela. Quis mandar pro inferno com essa pergunta, porque não é da conta de ninguém os meus interesses. Mas os…

e se eu bebo? é problema meu. se eu vivo na noite? é problema meu. se eu gosto de farra? é problema meu. não uso do seu dinheiro, da minha vida cuido eu !
Escrever é esquecer. A literatura é a maneira mais agradável de ignorar a vida. A música embala, as artes visuais animam, as artes vivas (como a dança e a arte de representar) entretêm. A primeira, porém, afasta-se da vida por fazer dela um sono; as segundas, contudo, não se afastam da vida - umas porque usam de fórmulas visíveis e portanto vitais, outras porque vivem da mesma vida humana. Não é o caso da literatura. Essa simula a vida. Um romance é uma história do que nunca foi e um drama é um romance dado sem narrativa. Um poema é a expressão de ideias ou de sentimentos em linguagem que ninguém emprega, pois que ninguém fala em verso.
Fernando Pessoa. (via oxigenio-dapalavra)